Videomonitoramento: Ato simbólico marca início da operação dos equipamentos

Investimento mensal inicial será de aproximadamente R$ 32 mil
Foto: Marcio Steiner | Uma das câmeras está localizada na esquina da Praça Dona Laura

Na segunda-feira, dia 28, às 17h será realizado um ato simbólico na sede da Brigada Militar, para marcar o início da operação das câmeras de videomonitoramento, custeadas pela Administração Municipal de Cruzeiro do Sul, que tem a frente o prefeito João Henrique Dullius. Além do prefeito, o ato deve contar com a participação de representantes do Poder Legislativo, Brigada Militar, Policia Civil, lideranças ligadas a segurança pública e imprensa.

O prefeito destacou a necessidade, o pedido da sociedade e a promessa de dezenas de anos pela instalação de tal benefício para a comunidade local. “Isso irá facilitar o trabalho do policiamento e por consequência, trará mais segurança às pessoas”, frisa Dullius.

Num primeiro momento estarão em funcionamento 20 equipamentos nos perímetros urbano e rural, em pontos estratégicos pré-definidos pelos órgãos de segurança pública, em conjunto com a empresa contratada para a instalação e o Município.

Depois de um rigoroso estudo, a Administração avaliou que a locação dos equipamentos é mais vantajosa do que a compra, tendo em vista todo o serviço agregado oferecido pela empresa como a constante manutenção, atualização e modernização dos equipamentos. O investimento mensal será de aproximadamente R$ 32 mil.

O projeto completo prevê a instalação de 48 equipamentos (R$ 75,2 mil/mês), contudo, a previsão orçamentária do município para 2022 não alcança tal capacidade. Para o próximo ano se estima um aumento de recursos para esta finalidade, sendo possível incrementar o monitoramento.

As imagens captadas serão possíveis de ser acessadas pela Polícia Civil e Brigada Militar local, assim como pelo Comando da BM, com sede em Lajeado.

Últimas Notícias:

COMPARTILHE

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email