Município atende 1,5 mil alunos da Educação Infantil ao Ensino Fundamental

Secretária Anelise Assmann detalha a estrutura oferecida
Foto: Marcio Steiner | Secretária da Smece, Anelise Assmann

O Município de Cruzeiro do Sul possui 14 educandários, sendo seis Escolas Municipais de Ensino Fundamental (Emefs), seis Escolas Municipais de Educação Infantil (Emeis) e mais dois exclusivos para turno integral, que são as escolas Arthur Eckert e Adelino Lopes da Silva, nos Bairros Bom Fim e Vila Célia, respectivamente. Também mesclam o ensino regular com turno integral as Escolas Jacob Sehn, 25 de Julho e Passo de Estrela.

Conforme a secretária da Educação, Cultura e Esportes (Smece), Anelise Assmann, a Nega, atualmente são em torno de 1,5 mil alunos atendidos pela rede municipal, destes, cerca de 200 são contemplados com o turno integral. Nas Emeis são atendidas em torno de 400 crianças, na pré-escola são 250, nos anos iniciais do Ensino Fundamental são em torno de 700 e nos anos finais aproximadamente 150.

Esses estudantes são assistidos por 210 profissionais: 67 professores de séries iniciais; seis de séries finais; 47 na Educação Infantil; e 90 estagiários. Os alunos que necessitam, também são contemplados com o Transporte Escolas. Hoje são cerca de 800 que utilizam o benefício. Lembrando que uma parcela destes é da rede Estadual de Ensino.

Alimentação

A Secretaria também investe mensalmente em torno de R$ 50 mil em alimentação. Conforme a nutricionista da Prefeitura, Cátia Dullius, os alunos das Emeis são contemplados com cinco refeições diárias. Já os estudantes que ficam no turno integral, recebem três refeições por dia. A ênfase é na alimentação balanceada, com redução de açúcar, sal e gordura, aliada ao aumento de produtos integrais como grãos, frutas e verduras, garantindo uma alimentação diária praticamente completa.

Num balanço do que a Secretaria ainda oferece, Anelise destaca o atendimento com psicopedagoga, psicóloga, fonoaudióloga e sala de Atendimento Educacional Especializada (AEE). “Mensalmente também são realizados encontros de Rede, entre profissionais da Educação, Assistência Social e Saúde, para avaliar e traçar metas quanto aos alunos atendidos pelos três seguimentos”, observa a secretária.

A Smece ainda oferece cursos de formação para professores e estagiários. Além disso, cada educandário, para sua organização, organiza regularmente reuniões pedagógicas. Todos os meses a Secretaria ainda realiza, com coordenação pedagógica e diretoras, reuniões para avaliação, orientação e troca de experiências.

Esporte e Música

Aos interessados a Secretaria também garante, de forma gratuita, a Escola de Música, com sede no ginásio do Centro e coordenação do professor Guilherme Gregory. Ainda, o Grupo de Canto, com o professor Mauro Gregory, com ensaios nas segundas-feiras para crianças e adolescentes e nas terças-feiras para adultos, na Casa do Morro. Em termos de esportes, sob a coordenação do professor de Educação Física, Guilherme Marmitt, são oferecidas atividades de futsal e voleibol. No futsal são hoje em torno de 40 alunos com idade entre seis e 16 anos e no vôlei são cerca de 30, com idades entre nove e 16 anos. “Lembrando que o professor também realiza, de forma itinerante, atividades físicas com grupos no interior”, salienta Anelise.

Auxílio para APAE

A Administração, por meio da Smece, garante o transporte e demais despesas para o atendimento de 12 crianças na Associação de Pais e Amigos do Excepcionais (APAE) de Lajeado e outras 41, em Cruzeiro do Sul.

A secretária destaca ainda que, de forma constante, são realizadas melhorias nos prédios dos educandários, para garantir uma estrutura adequada e confortável para as atividades educacionais. Às famílias e demais que precisam do atendimento direto com a coordenação da pasta, o atendimento é realizado nas dependências da Casa do Morro.

COMPARTILHE

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email