Em evento realizado na Casa do Morro, Proerd forma 47 alunos

Foto: Brigada Militar

Na noite desta segunda-feira, dia 13 de dezembro, nas dependências da Casa do Morro, em Cruzeiro do Sul, foi realizada a cerimônia de formatura do Programa Educacional de Resistência às Drogas e a Violência (Proerd).

Diversas autoridades estiveram presentes, entre elas: o vice-prefeito, João Celso Führ, o comandante do batalhão da Brigada Militar de Cruzeiro do Sul, tenente Juliano Bidinoto da Silva e o comandante do Comando Regional de Polícia Ostensiva do Vale do Taquari (CRPO VT), tenente coronel João Ailton Iaruchewski.

Neste semestre a Brigada Militar de Cruzeiro do Sul desenvolveu, o Proerd nas escolas: São Felipe, da localidade de Linha Sítio, e Anita Garibaldi, no Centro. Foram dez encontros com as turmas do 4º e 5º anos totalizando por 47 alunos. As aulas foram ministradas pela instrutora soldada Elizandra Schenkartczuk.

O Proerd é a versão brasileira de um programa surgido em 1983 nos Estados Unidos da América, o “Dare”. No Brasil, em 1992 a Polícia Militar do Rio de Janeiro foi a pioneira no programa. A Brigada Militar (BM) o implantou em 1998. Completando 23 anos no Estado do Rio Grande do Sul, são cerca de 1,3 milhão de alunos que frequentaram as aulas.

O Programa é mais um fator de proteção desenvolvido pela BM para a valorização da vida, contribuindo para o fortalecimento da cultura da paz e a construção de uma sociedade mais saudável e feliz. Nas aulas são enfatizados assuntos como respeito e responsabilidade; os alunos têm informações sobre danos à saúde provocados pelo uso de álcool, cigarros e outras drogas. Aprendem sobre riscos e consequências de suas decisões; como resistir à pressão dos colegas; e como lidar com situações de tensão.

Neste ano foi abordado o tema comunicação: como se comunicar de forma confiante, comunicação não verbal e escuta ativa. Os estudantes apreenderam a identificar diferentes formas de bullying e como ajudar uma vítima utilizando formas seguras, como relatar a um adulto de confiança o bullying. Descobriram que é importante ter empatia e ajudar os outros. Além disso, aprenderam a definir sua própria rede de ajuda, para utilizarem quando necessitarem.

Durante a formatura também foram premiados alunos de cada turma os quais foram destaque com suas redações, assim como o aluno destaque de cada turma, pelo comprometimento com as tarefas e com o material, pela disciplina e participação em sala de aula.

Fotos: Brigada Militar

COMPARTILHE

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email