Corpo encontrado próximo do limite entre Venâncio e Cruzeiro estava com um saco enrolado na cabeça

Não foi possível identificar a causa da morte
Foto: Corpo de Bombeiros Militar

Um corpo em fase de decomposição foi encontrado por populares no final da manhã desta segunda-feira (6) na localidade de Vila Mariante, altura do Arroio Castelhano, em Venâncio Aires, imediações do limite com Cruzeiro do Sul.

O cadáver estava em uma ribanceira de aproximadamente 150 metros, local de difícil acesso, entre o arroio e a ERS-130. O Corpo de Bombeiros Militar fez a remoção com o auxílio de uma funerária. O cadáver de um homem não identificado foi conduzido para necropsia no Departamento Médico Legal (DML).

Conforme o delegado da Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Venâncio Aires, Vinícius Lourenço de Assunção, a vítima, com idade aparente entre 45 e 55 anos, era calva e trajava camiseta azul e bermuda de cor clara. Diante da condição do corpo, o delegado acredita que este estava no local há alguns dias.

Foi verificado ainda que a vítima estava com um saco plástico enrolado na cabeça, suspeitando se tratar de uma execução. Assunção refere que, preliminarmente, não foi verificada marca aparente de disparo de arma de fogo, sendo a causa da morte ainda incerta.

Últimas Notícias:

COMPARTILHE

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email