Homologado Decreto de Situação de Emergência de Cruzeiro do Sul

Foto: Arquivo

Foi homologado nesta terça-feira, dia 14 de março, o Decreto de Situação de Emergência em função da estiagem, assinado pelo prefeito de Cruzeiro do Sul, João Henrique Dullius, no dia 15 de fevereiro.

O documento foi baseado em levantamentos realizados pela Emater-RS/Ascar, Secretaria da Agricultura e Meio Ambiente e Sindicato de Trabalhadores Rurais (STR), junto aos produtores.

Conforme o laudo, estima-se perdas médias atuais superiores a 20% no milho grão e cerca de 30% na silagem. Esta cultura está presente em muitas propriedades, sendo que em torno de 315 famílias rurais foram afetadas somente nesta cultura. Também há lavouras que foram semeadas mais tarde que apresentam perdas acima de 80% (grãos).

Com as perdas das pastagens e grande parte da silagem de milho, a alimentação do rebanho foi comprometida, ocasionando custos adicionais aos produtores e quebra na produção de leite, afetando cerca de 80 famílias, além de outras 234 famílias envolvidas com a bovinocultura de corte, afetada também pela seca nas pastagens.

Na soja, com a permanência da escassez hídrica para os próximos meses, calcula-se perdas superiores a 80%, atingindo 230 famílias nesta atividade, além de perdas consideráveis na olericultura e fumo

Já o aipim, cultura tradicional no município, cultivada em aproximadamente 230 hectares, tem perdas estimadas em mais de 33 %, visto que as raízes estão em menores quantidades e tamanho.

Com base nas lavouras e criações afetadas pela estiagem atual, estima-se que 680 famílias foram atingidas diretamente, no município, com prejuízos de mais de R$ 35,7 milhões. Com a homologação do Decreto, o município buscará formas de amenizar os prejuízos aos produtores, começando pelo pedido de anistia do pagamento das sementes de milho do programa troca-troca.

De acordo com o vice-prefeito, João Celso Führ, até o momento não há uma definição de como o município será beneficiado, dependendo agora de uma posição do governo do estado.

Últimas Notícias:

COMPARTILHE

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email