28 julho , às 19h50 | Política

Prefeitos do Vale do Taquari pedem autonomia no sistema de bandeiras

Foto: (Natalia Ribeiro) -

Sugestões de alteração no programa de Distanciamento Controlado do RS serão feitas pelos prefeitos do Vale do Taquari. Em reunião na tarde desta terça-feira (28), eles decidiram pedir mais autonomia ao Estado. O encontro foi realizado no Prédio 20 da Univates. Primeiro foi avaliada proposta da Federação dos Municípios do RS (Famurs), em contrapartida ao que foi encaminhado pelo governo do RS.

Os prefeitos entendem que aceitar as novas recomendações do Estado é seguir mantendo as ordens do governo no programa. Eles reconhecem a importância do Distanciamento Controlado, que se encaminhada para a 12ª semana. Contudo, acreditam que o modelo necessite de atualização, levando em conta as peculiaridades de cada região diante da pandemia.

Recomendações

Os prefeitos farão as seguintes recomendações ao Distanciamento Controlado:

– Bandeira laranja em todo o território estadual;

– Bandeira vermelha e preta como referência para as regiões adotarem seus protocolos.

– Solicitação ao Estado para adoção do tratamento precoce da Covid-19.

– Reforço para que a atribuição de fazer cumprir os decretos estaduais em vias e locais públicos seja feita pelas forças de segurança do Estado, como a Brigada Militar, e não pelos municípios.

A decisão dos prefeitos será remetida à Famurs, que fará novo encontro com o governo do Estado para discutir os itens. Todas as associações de municípios do Rio Grande do Sul, que são 27, discutem propostas semelhantes nesta semana.

Na prática os prefeitos aceitam receber o parecer semanal do estado, de bandeira amarela, laranja, vermelha ou preta, mas querem decidir qual protocolo adotar, diante das suas características. Por exemplo: diante da classificação haveria reunião entre os prefeitos para a explanação do momento do vírus em cada cidade. Sendo assim, municípios com mais casos e mortes poderia fechar o comércio, se receber bandeira vermelha, e outros, em situação melhor, permitiriam o funcionamento das lojas.

Também foram discutidos temas como o andamento das obras do Centro de Comando e Controle Regional, em Lajeado. O encontro ainda teve a doação de R$ 10 mil, pela Caixa Econômica Federal, para atender as famílias atingidas pela cheia histórica do Rio Taquari.

Texto/Fonte: Natalia Ribeiro/Grupo Independente

 


O Portal CRUZEIRODOSUL.NET não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Copyright © 2015. Todos os direitos reservados a cruzeirodosul.net