A Base Comum Curricular e a Educação Infantil

Faz alguns meses que ouvimos nos noticiários de todo o Brasil sobre a Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Esta já é tema de muitos estudos e discussões há algum tempo e agora vem tomando forma dentro das realidades escolares. Mas o que é e para que serve essa Base? Será mais um documento, uma lei a fazer parte do rol de tantas outras que existe no Brasil? O que ela traz para a Educação Infantil do nosso Brasil, etapa essa que ganhou grande visibilidade e vem a cada época se desenvolvendo mais dentro da Educação. Para a maioria dos leitores a BNCC não faz nenhum sentido pois envolvem-se profissionalmente em outras áreas mas para a Educação ela faz muito sentido.

A BNCC traz um campo amplo de possibilidades de exploração para as crianças, e nesse caso, falamos desde os bebês até as crianças de 5 anos. Ela é símbolo de igualde de oportunidades entre todas as crianças do Brasil pois traz em seu conteúdo direitos que toda criança deve ter assegurado dentro da Instituição Escolar Infantil. Todos os dias ouvimos e vemos notícias demonstrando situações de desigualdade no nosso país. Desigualdades sociais, financeiras, de oportunidades, enfim, desigualdades que transformam as realidades das crianças brasileiras. A BNCC vem opondo-se a essa realidade pois traz seu olhar voltado para igualdade de direitos.

Você que é pai, mãe ou responsável por uma criança que frequenta a Educação Infantil deve estar se perguntando? Mas o que isso quer dizer? O que vai mudar na vida de meu filho? Posso dizer que agora de momento os municípios estão estudando e construindo aos poucos suas propostas pedagógicas a partir da base e diretamente na sala de aula, ainda não poderão acompanhar tão de perto esse movimento.

Entretanto, ao construírem suas propostas de trabalho dentro dos preceitos da Base, as escolas tem o dever de oferecer condições básicas para que os direitos de aprendizagem das crianças sejam assegurados. E quais são esses direitos? Conviver, Brincar, Participar, Explorar, Expressar e Conhecer-se. Palavras de significado muito intenso e que precisam ser repensadas nas escolas, de forma a serem guias na prática pedagógica de cada professor ao propor experiências cada vez mais ricas e significativas às crianças, oferecendo possibilidades para que experimentem, explorem, descubram e aprendam com autonomia e prazer.


Fernanda Zanatta
Professora especialista em Educação Infantil

 

30 setembro , às 21h59 | Fernanda Zanatta

Voltar


colunistas fernanda-zanatta a-base-comum-curricular-e-a-educacao-infantil
Fernanda Zanatta Educação Infantil

 

Copyright © 2015. Todos os direitos reservados a cruzeirodosul.net